Rinoceronte Lanudo

Companheiro inseparável do mamute-lanudo, esta espécie apresentava um tamanho semelhante ao rinoceronte-branco-africano, podendo medir mais de quatro metros de comprimento, Foto 1.

Rinoceronte Lanudo (Museu de HN de Estugarda)

Foto 1 – O Rinoceronte-lanudo tinha um chifre nasal comprido e encurvado, aplanado dos lados como um sabre.  Fóssil (resto ou vestígio de seres vivos  que viveram no passado e foram preservados de forma natural até aos nossos dias) do crânio de um rinoceronte-lanudo no Museu de História Natural de Estugarda (Alemanha).

Achados na Sibéria confirmam que o corpo do rinoceronte-lanudo, tal como o do mamute, estava coberto por uma espessa camada de pêlo. Os molares e pré-molares, com coroas altas e complexas retracções no esmalte, encontravam-se adaptados a uma dieta à base da vegetação herbácea da estepe, muito abrasiva.

Nas grutas de Jou Puerta e a Rexidora nas Astúrias (Espanha) foram descobertos vestígios deste animal o que confirma a sua presença na Península Ibérica durante o Plistocénico.

Viagem à biodiversidade do Cenozoico (aqui)

Fonte : National Geographic – Julho 2018

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: