Vulcanismo, uma pequena introdução

O ramo da Geologia que se dedica ao estudo do vulcanismo é a Vulcanologia e os cientistas que os estudam são os vulcanólogos (geólogos).

O vulcanismo é um conjunto de fenómenos que abrange todos os processos relacionados com a libertação de materiais sólidos, líquidos e gasosos provenientes do magma, desde o interior da Terra até à superfície da crusta, quer nos continentes quer nos oceanos.

No interior da Terra, a temperatura é muito elevada, o que origina uma mistura constituída por rochas fundidas, gases e alguns constituintes das rochas no estado sólido. Esta mistura, que está a uma pressão elevada e a uma temperatura entre os 800C e os 1600C, chama-se de magma.

O vulcanismo pode ser classificado como primário ou principal, quando se manifesta através de erupções vulcânicas, e como secundário ou atenuado, quando se manifesta através de fumarolas, geiseres e nascentes termais.

Cerca de 90% do vulcanismo concentra-se nas fronteiras ativas das placas litosféricas, em regiões de divergência ou convergência de placas (vulcanismo interplaca). Os restantes 1% referem-se ao vulcanismo intraplaca, Imagem 1.

Placas

Imagem 1 – Distribuição dos vulcões no planeta Terra. As fronteiras de placas litosféricas são zonas de instabilidade geológica. Frequentemente, associados a estas zonas ocorrem fenómenos sísmicos e vulcânicos. A distribuição destes processos é condicionada pelos limites das placas litosféricas. São regiões de grande atividade sísmica e vulcânica : o Anel de Fogo do Pacífico, zona onde ocorrem cerca de 80% dos sismos terrestres e onde são encontrados importantes alinhamentos de vulcões ativos; a Cintura Mediterrânica, onde são registados 15% dos sismos terrestres e onde se localizam vulcões, como os do Sul da Itália; assim como, os sistemas de cristas das dorsais oceânicas, como por exemplo, a Dorsal Médio-Atlântica. Fonte da Imagem: La Geologie – Belin: Pour la Science.

O vulcanismo é um processo muito importante, que participa na própria evolução da Terra. Desde os princípios da história geológica da Terra, há cerca de 4600 Ma, ele teve um papel preponderante na formação da atmosfera terrestre, até à sua composição atual, tendo sido fundamental para o aparecimento da vida no nosso planeta.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: