Complexo dunar Guincho-Oitavos

As dunas da Cresmina-Guincho são uma pequena parcela do complexo dunar Guincho-Oitavos localizado no Parque Natural de Sintra-Cascais. Este sistema dunar é bastante particular pois a areia proveniente das praias do Guincho e da Cresmina retorna ao mar mais a sul (entre os Oitavos e a Guia), após migrar sobre a plataforma rochosa aplanada do Cabo Raso. Este sistema designa-se por corredor eólico dunar Cresmina-Oitavos. Trata-se de um sistema ativo, semi-aberto, extremamente instável devido à constante mobilização de partículas arenosas pelos fortes ventos que se apresentam com orientação Noroeste-Sudeste, Foto 1.

Duna de Cresmina (Esquema 1)

Foto 1 – A formação do atual corredor dunar Guincho -Oitavos depende da deriva litoral de sedimento, pela deposição de areia na praia, seguida do seu transporte eólico para o interior e acumulação pela vegetação. O sistema move-se na direção Norte-Sul sobre a plataforma de Cascais, formada essencialmente por rochas calcárias do Cretácico. Esta plataforma prolonga-se para Sul até Cascais numa faixa litoral baixa onde se intercalam as areias do complexo dunar e as plataformas litorais calcárias (campos de lapiás) mais ou menos aplanadas que terminam no Cabo Raso.

As dunas e areias das praias são formações geológicas significativas que se estendem pelo litoral de Cascais desde o Farol da Guia até ao Forte do Guincho. Entre o Forte de São Jorge de Oitavos e o Farol da Guia, encontram-se pequenas manchas de dunas consolidadas, sendo a mais relevante a duna fóssil dos Oitavos. Os cordões dunares são estruturas geológicas frágeis mas muito importantes, uma vez que assumem um papel de proteção dos terrenos interiores da subida do nível do mar, Foto 2.

Duna de Oitavos (Esquema 2)

Foto 2 – A existência de barreiras impermeáveis estreitou o corredor de transporte de areia acelerando a sua dinâmica. Com a velocidade dos ventos a aumentar, a deposição de sedimentos passou a efetuar-se numa zona mais afastada da linha de costa com consequente diminuição da faixa costeira (área de praia).

Duna de Oitavos

A duna de Oitavos corresponde a acumulação eólica consolidada situada mais para o interior na região da Estremadura, localizando-se a ocidente de Cascais. Destaca-se acima de uma morfologia suave talhada em rochas carbonatadas do Cretácico Inferior, dolomitisadas e parcialmente carsificadas, pertencentes a Formação de Cabo Raso, do Hauteriviano, ou as formações de Cabo Raso e Guincho indiferenciadas do Hauteriviano a Barreminiano Inferior, Foto 3.

Duna de Oitavos (Esquema 1).jpg

Foto 2 –  A formação dunar de Oitavos apresenta-se parcialmente desmantelada, constituída por lâminas de arenitos de granulometria variada, por vezes muito grosseiros, essencialmente quártzicos e contendo, frequentemente, abundantes fragmentos de conchas. Estes sedimentos eólicos estão, no geral, bem consolidados por um cimento carbonatado.

As dunas costeiras são uma forma única entre as morfologias litorais resultantes da acumulação de materiais arenosos de origem marinha formadas pela ação do vento. Reconhece-se que a formação das dunas costeiras está dependente da existência de uma fonte de sedimentos, de um vento suficientemente forte para remover os sedimentos e de uma localização, em que pelo menos uma parte esteja afastada da atividade das ondas, para uma preferencial deposição de sedimentos.

A vegetação, quando presente, irá favorecer a retenção e fixação de sedimentos em movimento. Existem dois requisitos básicos para a formação de dunas costeiras: a disponibilidade de reservas adequadas de praia e ventos costeiros capazes de mover sedimentos em pelo menos metade do ano. As principais características das dunas costeiras passam primeiro pela presença de depósitos de praia, que constituem uma fonte de sedimentos, e, segundo, pelo papel do mar no transporte de sedimentos pela praia, e, terceiro, pelo papel essencial da vegetação em todas as fases de formação das dunas.

 

Fontes consultadas: 

https://www.researchgate.net/publication/328346371_Caraterizacao_do_sistema_dunar_Guincho-Crismina/citation/download

https://www.researchgate.net/publication/310767267_Ecological_restoration_of_coastal_sand_dunes_Guincho_beach_study_case_Portugal

Click to access Com93_p105.pdf

 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: