As ervilheiras de Mendel

É fácil perceber que existem semelhanças entre os indivíduos de uma determinada espécie e que essas semelhanças tendem a aumentar à medida que os indivíduos têm mais afinidade parental. da que os indivíduos têm mais afinidade parental. Ressalta à vista que a descendência de determinados progenitores, ainda que apresente diversidade entre si e em relação aos seus progenitores, apresenta também aspectos comuns. Os indivíduos de uma espécie partilham características e possuem semelhanças entre si.

Milho

Biodiversidade do milho (planta nativa das Américas) na Galeria da Biodiversidade ( Instalada na Casa Andresen, no Jardim Botânico do Porto). 

Mas de que forma se transmite à descendência a informação para essas características? Em que local reside esta informação? Por que razão existem caracteres que parecem desaparecer numa dada geração e reaparecem em gerações futuras? Quem mecanismos e leis regem a transmissão dos caracteres hereditários?

A Genética é a ciência que se ocupa da identificação dos fatores hereditários responsáveis pelas características de um indivíduo, bem como da forma como se transmitem de geração em geração.Esta ciência é  considerada  fundamental para  o  desenvolvimento da  biotecnologia, e ocupa  lugar de destaque  nas pesquisas biológicas atuais, impulsionando  setores  como  agricultura,  medicina,  ecologia e pecuária.

De um modo geral, quando se menciona o nome do austríaco Gregor Mendel (1822-1884), ele é imediatamente associado à Genética e às “leis de Mendel”. Na maior parte das vezes, as informações sobre suas contribuições que chegam até nós são as que constam na parte histórica que aparece em alguns livros-texto de Biologia destinados aos diferentes níveis de ensino. Porém, poucas pessoas tiveram a oportunidade de examinar o artigo original de Mendel (1866) ou tomar conhecimento do que ocorreu depois.

Mendel não escolheu o material experimental de modo aleatório. Ele procurava plantas cujo cultivo fosse fácil e que pudessem se desenvolver em um curto período de tempo, o que se aplicava às ervilhas. Baseou-se também em outros critérios. Em primeiro lugar, as características que diferenciassem as ervilhas deviam ser constantes, ou seja, as linhagens deviam ser puras, sem variabilidade significativa.

O trabalho de Mendel inseria-se numa linha de pesquisa bastante ativa em sua época e,  além dessa pesquisa,  introduziu novos elementos em relação às propostas de seus contemporâneos e antecessores.  Tais inovações incluem,  dentre  outros aspetos,  a metodologia que envolve Matemática e Estatística resultantes de uma formação diferente da maioria dos naturalistas de sua época,  bem como noções sobre a divisão celular.

Powerpoint – Embora nome de Johann Gregor Mendel (1822-1884) seja associado geralmente à Genética e às “Leis de Mendel”, poucas pessoas tiveram a oportunidade de conhecer o conteúdo de seu artigo original sobre os padrões de herança nas ervilhas do género Pisum, publicado em 1866.

Foi William Bateson (1901), quem se dedicou ao teste dos padrões encontrados por Mendel nas ervilhas,  tanto em animais como plantas,  procurando também explicar os desvios e exceções.

Além disso,  propôs a  terminologia  “alelo”,  “homozigótico”,  “heterozigótico”  e a notação  “F1”, “F2”,  empregada para se referir às diversas gerações.  Bateson empregou inicialmente os termos “caracteres unitários”, “fatores”  e mais tarde  “gene”.  O conceito  gene só foi definido no final da década de 1900 por Johannsen que  também introduziu os conceitos de “genótipo”  e “fenótipo”. Até então utilizava-se o termo  “caracteres” para se referir tanto ao material contido no núcleo dos gametas como  às características externas visíveis.

A  relação entre os estudos citológicos e os princípios de Mendel e a vinculação dos caracteres  hereditários  aos  cromossomas  ocorreu no início da década de 1900,  com a chamada “hipótese cromossómica de Sutton e Boveri” .

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: